Parashá Ki Tissá

Perolas Ki Tissá

(Exôdos 30:11−34:35)

Limpeza física e espiritual

Na porção da Torá desta semana, Ki Tissá, D’us ordena a Moshé que faça um lavatório para os sacerdotes se lavarem antes de realizarem seu serviço, como afirma o versículo: “Aharon e seus filhos devem lavar as mãos e os pés quando entrarem na Tenda da Reunião” (Êxodos: 30:19). O ato de lavar abrangia dois objetivos. O primeiro, a limpeza e a pureza, pois o Cohen era obrigado a se manter puro; o segundo, servia ao propósito de santidade: ao se lavar, o Cohen recebia uma dose extra de santidade. De fato, o próprio ato de lavar é chamado de “santificação das mãos e dos pés”.

Embora o Templo Sagrado não exista fisicamente, as lições que extraímos dos serviços ali realizados são eternas. Todo judeu é considerado um “sacerdote” (todo o povo judeu é chamado “uma nação de sacerdotes e um povo santo”, e o conceito de limpeza antes de servir ao Criador existe em muitos níveis diferentes. Em suas Leis de Oração, Maimônides escreve que é preciso “lavar o rosto, as mãos e os pés antes de rezar de manhã”. Hoje em dia, quando não podemos  sacrificar  animais, nossas orações são oferecidas em seu lugar. Lavar-se antes de orar segue o exemplo dos sacerdotes, que se lavavam antes de cumprir suas tarefas no Templo.       

Mãos e pés são simbólicos e representam a capacidade física do homem; e, o rosto, seus poderes superiores (intelecto, visão, audição, fala, entre outros). Quando despertamos, ao lavarmos o corpo, devemos ter em mente que estamos nos lavando espiritualmente também, adquirindo, assim, um nível superior de pureza.

Como fazemos isto? Além de, literalmente, fazer a ablução das mãos de modo correto (detalhes no link abaixo),  devemos refletir sobre o que realizamos  com nossos pés e mãos:  se eles estão limpos apenas fisicamente e se nossos atos corriqueiros foram feitos com sabedoria e são dignos; e se nossos poderes superiores, de intelecto, estão preenchidos com sentido e conteúdo.

Que nossos gestos relacionados à limpeza sejam direcionados a uma vida de significado e santidade e que nossa Netilát (ablução das mãos) nos purifique tanto física quanto espiritualmente. Comece hoje mesmo!

http://www.chabad.org.br/mitsvot/netilatYadayim/netilatYadayim.html

Shabat Shalom Umevorach!