Parashá Vaerá

B”H

“E eu vou tirá-lo de sob os fardos dos egípcios.” (Shemot, 6:6)

É muito mais fácil tirar os judeus do galut (exílio) do que remover a galut interior de cada judeu.

(Rabino Yaakov Shimshon de Shpitovka)

“Hashem enviou trovões e granizo, e o fogo caiu sobre a terra.” (Shemot, 9:23)

O raio é percebido antes do trovão, embora ocorram simultaneamente. No entanto, as leis da natureza foram alteradas durante a Praga do Granizo, e os egípcios viram e ouviram o os raios e o trovões ao mesmo tempo. A razão é que Moshê tinha dito aos egípcios, de antemão, exatamente quando a praga começaria. Caso houvesse um lapso entre os componentes visuais e sonoros do milagre, os egípcios poderiam afirmar que ele não havia sido preciso.

(Malbim)

“Mas o cajado de Aharon engoliu seus cajados [dos magos].” (Shemot, 7:12)

Com o cajado de Aaron, aprendemos sobre a ressurreição dos mortos que acontecerá nos tempos messiânicos: se um cajado sem vida, um pedaço de madeira seco, pode ser transformado em uma entidade viva, quanto mais um ser humano, constituído de corpo físico e de alma, ser restaurado à vida!

(Zohar)