Pérolas da Semana- Rosh Hashaná

A Torá determina o primeiro dia do mês de Tishrei como a data em que celebramos Rosh Hashaná, o Ano Novo. No entanto, este não é o aniversário do início da Criação, pois o Talmud ensina que o primeiro dia da Criação foi, na verdade, cinco dias antes, em 25 de Elul.

No entanto, celebramos o ano novo no sexto dia da Criação, o dia em que Adam, o primeiro ser humano, foi criado.

A razão para isso é que apenas quando Adam foi criado, o Criador foi reconhecido. Uma das características principais pelas quais o homem se distingue de todas as outras criaturas é o livre arbítrio com o qual foi dotado por D’us. Este “dom” deve ser utilizado apropriadamente, pois permite que ele se eleve acima de toda a Criação e atinja os níveis espirituais mais elevados.

Assim que Adam foi criado, declarou: “Venha, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemo-nos diante do Senhor Nosso Criador”. Da mesma maneira, a cada ano, em Rosh Hashaná, seguimos seu exemplo e aceitamos a Soberania Divina sobre nós mesmos mais uma vez.

Em Rosh Hashaná, decidimos viver nossas vidas diárias de acordo com as Leis da Torá e fazê-lo da melhor maneira possível.

Assim, em Rosh Hashaná, declaramos: “E toda criatura saberá que Você a criou … e toda alma dirá: ‘O Senhor D’us de Israel é Rei, e Sua soberania reina sobre todos’ e Ele dará a nós um ano repleto de bênçãos”.