Pérolas Ki Teztê

Parashat Ki Tetzê

(Deuteronômio 21:10- 25:19)

Extermine seu Amalek

No final da porção desta semana, Ki Tetsê, a Torá declara: “Lembre-se do que Amalek fez com você ao sair do Egito; como ele o conheceu no caminho, quando você estava cansado e exausto … Portanto, você deve apagar da memória Amalek debaixo dos céus. Você não deve esquecer” (Deut. 25:17).

Por que é tão importante lembrarmo-nos de Amalek? Quem eram eles e por que somos ordenados a destruí-los?

Amalek não era apenas uma nação de malfeitores; no sentido metafórico, Amalek representa um traço de caráter negativo que pode se manifestar dentro de cada um de nós. Toda pessoa tem seu próprio “Amalek” interior; para destruí-lo, precisamos estar cientes de sua presença e do perigo que ela representa.

Os Sábios explicam que Amalek reconhecia a grandeza de D’us, porém, intencionalmente, rebelou-se contra Ele. Amalek entendeu que D’us amava o povo judeu e os ajudava. No entanto, deliberadamente, decidiu lutar contra o povo amado e causar-lhe dano.

Amalek simboliza, assim, o caso de alguém que reconhece D’us, mas se rebela contra Ele de qualquer maneira. Desta forma, o reconhecimento da grandeza de D’us não tem influência prática em seu comportamento.

Esse traço de caráter negativo é o “Amalek” que se esconde em nosso meio. Ele se manifesta quando sabemos, em um nível intelectual, que D’us espera que conduzamos nossas vidas de uma certa maneira, mas esse conhecimento não se reflete em nossas ações. Sabemos que Ele está nos observando, mas persistimos em agir como Amalek, cuja rebelião foi intencional.

Estar ciente de Amalek significa conectar o entendimento intelectual e ação real. Quando nos lembramos de Amalek, isso nos faz corrigir nossa conduta e não seguir seu exemplo.

O conhecimento intelectual de um judeu sobre Torá e as mitsvót nunca devem ser separados de seu comportamento cotidiano. Não basta saber o que se espera de nós, devemos sempre levar a ações os desejos de D’us.

Que o mérito de extinguir o nosso “Amalek” interno nos faça merecedores, muito em breve, da vinda de Mashiach que destruirá a lembrança de Amalek para sempre e construirá o Terceiro Templo Sagrado, rapidamente, em nossos dias.

Shabat Shalom Umevorach!