Pérolas Noach

Pérolas Noach    

(6:9- 11:32)

Quem são seus filhos?

A leitura da Torá desta semana, começa com as palavras: “Estas são as gerações de Noach; Noach era um homem justo”(Gen. 6:9). Surpreendentemente, em vez de enumerar os filhos de Noach, Sem, Cham e Yefet, a Torá nos informa que ele era um Tsadik, uma pessoa justa.

Rashi explica que as “gerações” de Noach seriam, literalmente, seus descendentes, como a Torá nos conta alguns versículos depois. Contudo, “assim que a Torá o menciona, somos informados de seu louvor”.  Sempre que o nome de um Tsadik é mencionado, diz-se “bendita seja a memória dos justos”.

Rashi também nos oferece outra explicação: a frase “Noach era um homem justo”, esclarece que os verdadeiros “descendentes” dos justos são, na realidade, suas boas ações. Assim, o principal legado de Noach não foram seus filhos, mas as boas ações que realizou ao longo de sua vida.

Na verdade, a explicação de Rashi contém uma diretriz prática para a vida diária. Com a primeira explicação de Rashi, aprendemos que sempre que falamos de uma pessoa justa, devemos elucidar suas boas qualidades, descrevendo sua conduta exemplar a serviço de D’us. Dessa maneira, outros serão inspirados a imitar seu comportamento.

Com a segunda explicação de Rashi, aprendemos que os filhos devam agir de maneira que elas, as “gerações” de seus pais, equivalham às “boas ações” e sejam sinônimos delas. Ao mesmo tempo, o papel dos pais é ensinar seus filhos a se distinguirem por suas ações; afinal, os verdadeiros nachas que os pais recebem de seus filhos são as boas ações que realizam.

Consequentemente, as crianças devem sempre se esforçar para corresponder às expectativas de seus pais; e toda a família deve empenhar-se em ser conduzida pelos ditames de nossa Sagrada Torá.

Shabat Shalom Umevorach!