Pérolas Reê

Parashat Reê

(Deuteronômio 11:26-16:17 )

Este Shabat é o primeiro dia de Rosh Chodesh Elul, um mês particularmente auspicioso que possui uma dimensão única.  Durante este mês, D’us está especialmente perto de nós e nos é concedida uma capacidade extraordinária de teshuva – “retorno”.

Como toda porção da Torá tem particular relevância para a época do ano em que é lida, vamos examinar a conexão entre o mês de Elul e a porção da Torá que lemos neste Shabat, Reê.

Nossa porção começa com as palavras: “Veja! Neste dia eu dou a você uma bênção e uma maldição”. Cada palavra neste versículo contém uma alusão à natureza especial do  crescimento pessoal do mês de Elul, e a assistência Divina que nos é dada para cumprí-lo.

“Veja!”: A primeira coisa que um judeu deve fazer é abrir os olhos. Nosso sentido de visão proporciona uma verificação muito mais definitiva dos fatos do que nosso senso de audição; quando uma pessoa vê algo com seus próprios olhos, não pode ser dissuadida. O serviço Divino de um judeu deve ser realizado com o mesmo nível de confiança e convicção absoluta.

Mas como nós, meros seres humanos, podemos alcançar este nível? D’us fornece a resposta na próxima palavra do versículo:

“Eu” (“Anochi”) A palavra “Anochi” refere-se a um aspecto da Divindade que é mais alto que os Nomes. A razão pela qual somos capazes de alcançar essas elevadas alturas espirituais é porque o poder de fazer isso é derivado dessa das mais altas fontes.

A Torá continua:

“Dá” D’us nos dá essa assistência Divina de boa vontade e em grande abundância.

“Para você” (“Lifneichem”) Esta palavra está relacionada com a palavra hebraica “penimiut”, que significa “dentro”. O impulso especial que recebemos de D’us durante Elul não é superficial mas sim nos permite uma conexão mais profunda com Ele.

“Neste dia” Para que ninguém pense que esta assistência Divina é concedida apenas uma vez, a Torá nos diz que a ajuda de D’us está em andamento, capacitando-nos a servir a D’us com força renovada todos os dias do mês.

E como devemos utilizar adequadamente essa dimensão adicional em nosso serviço?

“Uma bênção e uma maldição” Isso se refere à observância dos mandamentos positivos da Torá e a evitar suas proibições.

Direcionar nossa capacidade adicional deste mês para a teshuva resultará em um bom e doce ano novo e uma inscrição favorável no Livro da Vida.

Shabat Shalom Umevorach!